ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-
Acessibilidade

POSTADO EM 02 ago 2022 · Educação · educação · pirenópolis · pirenopolisnossobemmaior · investimentos · tecnologia

Secretaria Municipal de Educação de Pirenópolis apresentará projetos de modernização nesta terça-feira (2)

O EducAção será voltado para conselheiros escolares, diretores e vereadores municipais de Pirenópolis que, além de conhecerem em primeira mão os projetos e o planejamento de modernização pensados para o ensino no município, também poderão acompanhar a apresentação dos resultados relativos as ações já desenvolvidas pela pasta

A Secretaria Municipal de Educação de Pirenópolis realiza hoje (2/8), às 16 horas, em sua sede, o EducAção. Voltado para vereadores, conselheiros escolares e municipais de educação, o encontro tem como intuito apresentar os investimentos realizados pela pasta e também o seu projeto de modernização para a educação municipal, cujo planejamento visa a implementação de ações de forma intersetorial, ou seja, em parceria com as demais secretarias do município.

Tais ações têm por base o fomento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na administração pública de Pirenópolis e, também, o mote que tem norteado essa gestão, o “Vem 300”, que busca atingir uma série de metas traçadas para que a cidade chegue, em 2027, aos seus 300 anos, com os títulos de cidade inteligente, inovadora e sustentável.

Tablets, notebooks e materiais escolares

A gestão do Prefeito Nivaldo Melo prima pela educação de qualidade e respaldada pelas novas tecnologias. “As tecnologias de informação e comunicação nos colocaram em um caminho irreversível. Hoje, é impensável educar nossas crianças sem inserí-las no âmbito tecnológico e das redes virtuais. Afinal, não se trata somente de ensinar a ler, a escrever e a conhecer, mas, de preparar cidadãos conscientes e incluídos na sociedade de maneira integral e equânime, para que possam desfrutar de todas as oportunidades de forma mais justa e igualitária”, diz a secretária municipal de educação, Márcia Áurea Oliveira.

Neste sentido, mais de R$ 6 milhões e meio foram investidos na rede municipal de educação de Pirenópolis, atualmente com 312 funcionários e 2.494 alunos da educação infantil e séries iniciais do ensino fundamental, não só na área urbana central, mas também em seus povoados. “Todos os nossos professores receberam do prefeito notebooks para a melhor realização de seus trabalhos. Além disso, nossos alunos foram contemplados com mochila e materiais pedagógicos; e, já iniciamos a entrega dos tablets para que possam desenvolver as atividades em sala de aula e também em suas casas”, informa a secretária.

Os materiais pedagógicos mencionados pela secretária municipal de educação contemplam desde lápis, cadernos, réguas, apontadores, cola etc, assim como produtos de higiene básica (pasta e escova de dente e fraldinha para a educação infantil) e de biossegurança (máscaras descartáveis e álcool em gel para os adultos do Educação de Jovens Adultos – EJA).

Notebooks e tablets foram adquiridos com recursos próprios. “Todo valor destinado para a Educação será sempre um investimento nas famílias de Pirenópolis. A modernização das estruturas, mobiliários e equipamentos reforçam e valorizam o relevante desempenho pedagógico dos professores e funcionários da Educação Municipal ”, enfatiza o prefeito Nivaldo Melo.

Estrutura

Todas as 16 unidades escolares municipais contarão com equipamentos e eletrodomésticos novos, tais como liquidificadores industriais, espremedores de frutas, máquinas de algodão doce, mobiliários para cozinha e geladeiras. Uma das escolas municipais, Dom Emmanuel, localizada no Bairro do Carmo, está sendo reformada e deverá ser um modelo para todas as outras em quesito de modernização.

Projetos intersetoriais

A Secretaria de Educação de Pirenópolis investe, ainda, em atividades e projetos intersetoriais, a fim de contribuir com o desenvolvimento de seus alunos de forma contextualizada com a realidade regional e ao mesmo tempo preparada para os movimentos globais. Um exemplo disso é o projeto Turismo na Escola, que apresenta às crianças o valor do cidadão viajante para a troca de experiências e acúmulos de conhecimentos e vivências socioculturais.

“Uma atividade indispensável para o fortalecimento de nossa identidade social e valorização de nosso patrimônio, sobretudo, se pensarmos a vocação turística da cidade. Acreditamos que este projeto ajuda a preparar cidadãos conscientes das riquezas materiais e imateriais culturais, criando uma salvaguarda para as gerações vindouras”, explica Márcia Áurea. “Em um primeiro momento, o Turismo na Escola privilegiou professores e colaboradores, para que, doravante, estejam preparados para acompanharem nossos pequenos ‘turistas’”, informa Márcia.

Vários outros projetos já estão ou entrarão em voga em breve. Dentre eles, o AlfaMais Goiás, Clique Conhecimento, Finança é Coisa de Criança, Cidade Empreendedora, Professor Digital Empreendedor, Educando com Saúde, Bombeiro Mirim, Agrinho e a conceituada Flipiri – alguns próprios e outros realizados em parceria com importantes instituições como o Sebrae, a Secretaria de Educação Estadual, Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás (FAEG) e outras.