JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 628

Centro de Cultura ganha unidade no Alto do Bonfim

Foi inaugurado nessa segunda-feira, dia 31 de julho, a primeira extensão do Centro Municipal de Artes e Música Ita e Alaor, no Alto do Bonfim. O espaço oferece aulas de violão para crianças de 8 a 17 anos e pretende, em breve, aumentar suas oficinas.

A unidade é parte de um projeto do prefeito, João do Léo, e do diretor do Centro, Fabrício de Pina. O objetivo é conseguir levar o espaço às regiões mais distantes da sede, localizada no centro histórico de Pirenópolis, incluindo os povoados.

Segundo Fabrício, que já lecionava aulas de instrumento no Centro antes de assumir a diretoria na atual gestão, levar a cultura por todo o município e distritos foi, desde o início, uma grande preocupação. “João do Léo sempre incentivou as atividades no centro, suas filhas estudaram aqui e hoje integram um dos nossos grupos de apresentação, à frente da prefeitura abraçamos juntos a causa de usar a cultura para fazer diferença na vida da população”, explica Fabrício.
O diretor ressalta, ainda, a diferença que a gestão compartilhada tem feito na administração das atividades no espaço, ele conta que a integração proposta entre as secretarias trouxe a oportunidade de trabalhar lado a lado com o desenvolvimento social, o resultado da parceria, é uma turma dedicada aos adolescentes do pró-jovem, que recebem um curso de violão de dois anos, contribuindo ainda mais com a essência de aprendizado do programa.

Conheça o centro

O Centro respira história e cultura, uma homenagem a dois grandes músicos violinistas de Pirenópolis, o Centro de Artes e Cultura Ita e Alaor é sediado em um dos imóveis tombados patrimônio, e onde foi a primeira prefeitura municipal da cidade.

A atual gestão, por reconhecer a importância da cultura na construção da sociedade, procura extrair do centro toda a produtividade e retorno. Hoje, com atendimento inteiramente gratuito, as crianças recebem todo o aporte em iniciação musical, teoria dos instrumentos, aulas de flauta e violão, e, ao terminarem o curso, os alunos não abandonam o centro, mas passam a integrar o grupo de apresentação, que participa de eventos organizados no auditório, até então inutilizado para os devidos fins, e que são abertos à comunidade.

Com o trabalho desenvolvido, o Centro de Cultura tem ganhado visibilidade a nível nacional, e já teve suas atividades apresentadas no programa “Hora do Faro”, exibido pela Rede Record. Intensificar as oficinas oferecidas tem, também, atraído olhares de quem se identifica com o valor da música na vida das crianças, foi o caso do “Seu” Francisco, pai da dupla Zezé de Camargo e Luciano, que fez uma expressiva doação de violões ao Centro.

Apesar dos instrumentos roubarem a atenção no espaço, o Centro Municipal comporta, ainda, a Biblioteca Municipal Isócrates de Oliveira e a Plan, Academia Pirenopolina de Letras.

Volta às aulas

Vale ressaltar que o centro retoma suas atividades no dia 2 de agosto para novos alunos, e no dia 7 de agosto para veteranos. As inscrições para as oficinas são abertas no início do ano.