JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение

Prefeito e Secretários viajam em missão técnica para cidade de Bonito - MS

O Prefeito João Batista Cabral (João do Léo), juntamente com o Secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, George Lima de Medeiros e sua Assessora Lara Jayme, o Secretário de Administração e Governo, Pedro Wilson Oliveira Pereira e o Vereador André Pio, viajaram em missão técnica à cidade de Bonito - MS, entre os dias 6 a 10 de abril de 2017. Essa missão teve como objetivo conhecer de perto o voucher único, voucher digital e a importância do perfeito funcionamento da cadeia turística da cidade.

Em Bonito, João do Léo e sua equipe foram recebidos pelo Prefeito Odilson Soares e pelo Diretor de Turismo, Marcelo Gil, que fizeram uma palestra sobre a importância do turismo para o desenvolvimento econômico sustentável da cidade. Na oportunidade, João, presenteou os gestores com mini cavaleiros das cavalhadas de Pirenópolis, explicando e convidando esses gestores para conhecerem o município goiano que, também, faz parte dos 65 destinos indutores do turismo no país.

João participou de uma programação turística intensa acompanhado de sua comitiva e um staff composto por guias, condutores e profissionais do turismo. "Aqui, restaurantes, pousadas, hotéis, atrativos, agências divulgam a cidade de Bonito e não seus próprios empreendimentos demonstrando assim a união do trade em um único objetivo" afirmou. George Medeiros, que é turismólogo, atual Secretário de Turismo e também Presidente do COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) diz que o desafio é grande, mas o trade em Pirenópolis está se fortalecendo. "Sinto que a nova gestão começa a dar esperanças ao trade. Levantaremos a bandeira do turismo sustentável em suas três dimensões, ambiental, social e econômica, apoiaremos no que for necessário e trabalharemos unidos para atingir nossos objetivos", afirmou o Secretário.

Pirenópolis é um município histórico, sendo um dos primeiros do Estado de Goiás. Localizada no coração do Brasil, a cidade está distante apenas 150 km de Brasília e 120 km de Goiânia. Foi importante centro urbano dos século XVIII e XIX, com mineração de ouro, comércio e agricultura, em especial a produção de algodão para exportação no século XIX. destacou-se como o berço da música goiana, graças ao surgimento de grandes maestros, bem como berço da imprensa em Goiás, já que ali nasceu o primeiro jornal do Centro Oeste, denominado Matutina Meiapontense. É como diz o trecho da música regional Canção por Pirenópolis, e que já se tornou um "hino": "São tantas coisas que só Pirenópolis pode mostrar".