JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение

Meio Ambiente e Agricultura acompanha Curso de Agrofloresta

Neste domingo (11/06), a Prefeitura de Pirenópolis através da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura esteve no sítio Flor & Ser para acompanhar Curso de Agrofloresta Sintrópica “Da Horta à Floresta”, que foi realizado nos dias 10 e 11 de junho. Ministrado pelo biólogo e agricultor Juã Pereira, do Sítio Semente, o curso teve base nos princípios da Agricultura Sintrópica de Ernst Götsch (Pioneiro desse sistema no Brasil).

Com o cultivo consorciado de espécies de hortaliças, raízes e verduras, plantas frutíferas e árvores lenhosas, o sistema traz uma nova forma de produção rural baseado no modelo das florestas, que possuem diversidade biológica e regeneração cíclica do solo. A proposta é aumentar a produção da terra sem o uso de adubos químicos, com um maior aproveitamento do espaço e reintrodução de matéria orgânica no solo, utilizando as próprias folhas e caules das plantas, além da poda das árvores lenhosas e uso de esterco e cinzas de carvão.

O Sítio Flor & Ser, administrado pelo casal Pedro Lopes e Mayara Albuquerque e a Prefeitura de Pirenópolis em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais viabilizaram 2 bolsas integrais para moradores da região. Dos 30 participantes de várias cidades do Brasil, 2 eram de Pirenópolis e garantiram que o conhecimento aplicado seja usado no próprio município, à exemplo do Sítio Promessa de Futuro, onde o Sr. Elias já trabalha com sistema agroflorestal há mais de 15 anos.

O Próximo passo é levar produtores rurais de Pirenópolis para conhecer o Sítio Semente em Brasília, que já trabalha com o sistema agroflorestal e já possui selo de produção orgânica. Em conversa com o biólogo Juã Pereira, já foi pontuado a possibilidade de viabilizar o uso do selo de produção orgânica do sítio semente em Pirenópolis, destinando novas propriedades com núcleos de expansão. Dessa forma é possível otimizar o processo de conquista do selo orgânico, visto o longo tempo, os custos e a burocracia que é necessária à obtenção do selo.